└──●►As provações

O pó que cobre

O pobre do mundo
Imundo, cada vez mais pó;

O chão que passa
Fumaça no olhar,
Um ar cada vez mais chão.

O riso de quem não crê
Juízo sem balança
Vingança de quem não vê
O porquê da minha esperança;

A correria, a agonia
A alegria forjada
O imundo moderno
A garganta amarrada
O mal, o inferno,
NADA!!!

Nada vai me separar
Do amor, do amor que há
Em Jesus
O amor cada vez mais Amor.

Wolô