└──●►Feito criança

 


Quero andar na rua
Crua, nua, minha e sua.
Olhar sem rumo, ao
acaso,
Feito menino precisando de amparo…

Quero olhar pros
lados,
Pro nada, ver tudo,
Amar sem medo
Feito
criança…

Quero um futuro,
Maduro, sem muro,
Estrutura
sólida
Feito criança cheia de esperança…

Quero tanto um
lugar
Aonde possa me encostar,
Feito uma criança inocente,
Saber
esperar, esperar…

_____Pr Jonas Mello

QUANDO OS SONHOS ACABAM


sonho-de-liberdade.jpg

O que acontece quando acabam os sonhos?
Quando nos deparamos com sonhos quase realizados. Sofrendo as incertezas do “se”…
Quando os olhos se abrem, e nos Vemos vivendo às margens da sociedade.
Sobrevivendo de migalhas, escravos de invisíveis grilhões.
Quando os sonhos acabam, conseguimos enxergar que o poço é muito mais fundo. E que há lugares onde a luz não ilumina.
Sabemos que o talvez dói no peito.
Mas… Deus! Por que dói tanto?
Quando os sonhos acabam, começamos a cavar com as mãos, as pás se acabaram.
A esperança diz que ainda há chance, os olhos dizem que chegou o fim…
O coração quer um pouco mais de vida, para talvez, mais algumas batidas.
As rochas que achamos pelo caminho soterram os sonhos.
Talvez eu seja o afogado que olha a praia antes de sucumbir.
Moisés olhando Canaã..
As vezes viver no passado é mais tentador do que o existencialismo desta vida presente.
Quando os sonhos acabam, acaba também a ansiedade… já não há pelo que ansiar! Se por um lado conseguimos enxergar melhor o aqui, por outro perdemos a visão alem do alcance.
Não vemos o cume do monte, esquecemos de que um dia existiu horizonte.
Se pudéssemos refazer todas as antigas orações respondidas, pediríamos que não acabassem os sonhos.

Edson Duarte