└──●►O AMOR, nosso DEUS

Lê-se em todos os Livros Sagrados
Dizem-no todos os grandes profetas
E místicos consagrados de todas as religiões
Proclamam-no fiéis de todas as convicções
Em seus cânticos de glória e louvor
…Deus é Amor!

Pois seja!
Façamos então do Amor
… O nosso Deus!

Judeus e gentios
Cristãos de todas as confissões
Islâmicos e budistas
Cátaros e hinduístas
Espiritistas e mações
Gente de toda a cor
A todos une O Deus Amor

Mesmo aqueles que em Deus
Não acreditam
Não deixarão de dar crédito ao Amor
Por certo

A própria Ciência cosmológica
Crê na explosão cósmica inicial
O “Big Bang” da Criação
Fonte das forças centrífugas incomensuráveis
Que saídas do espírito de Deus
Se afastam do Centro
Auto criam o Universo
Que se humaniza e expande
Dividido entre trevas e dia
Entre o Mal e o Bem

Mas há uma energia de reverso
Que não se vê mas se sente
Uma força centrípeta de retorno ao Centro
A conduzir-nos de regresso a Deus
Por nós a dentro
…É o Amor
…E o Bem é a Sua lógica evidente
Por isso o Amor é Deus

Pratiquemos portanto o Bem
No dia a dia
Quando trabalhamos e amamos
Ou escrevemos poesia
Quando alguém nasce
Ou morre e nos diz adeus
Deixemos que o Amor nos inunde
E comande
Façamos do Amor o nosso Deus

(Henrique Pedro)

É incrível que, no intuito de justificar as
nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o homem no céu

(Garrido)